Skip Navigation Links

29/10/2019 -  SPPREV publica edital de concurso público com 91 vagas


Na última sexta-feira, 25 de outubro, foi publicado o edital do 4º concurso público da São Paulo Previdência, que oferece 91 vagas na autarquia. Desse total, 77 vagas são para o emprego público de Técnico em Gestão Previdenciária, que exige ensino médio completo, e 14 vagas para o emprego público de Analista em Gestão Previdenciária, tendo como pré-requisito a conclusão de curso superior.

Realizadas exclusivamente pelo site da Fundação Carlos Chagas, as inscrições deverão ser feitas até as 14 horas do dia 18 de novembro. A aplicação das provas está prevista para ser realizada no dia 15 de dezembro.

Para os candidatos às vagas de Técnico em Gestão Previdenciária, a taxa de inscrição é de R$ 33. Já para aqueles que se candidatarem ao emprego público de Analista em Gestão Previdenciária, o valor é de R$ 54.

Os candidatos aprovados serão admitidos sob o regime da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) e ficarão sujeitos a uma jornada de trabalho de 40 horas semanais. No caso dos Técnicos em Gestão Previdenciária, o salário inicial é de R$ 1.724,99 e abrange um prêmio de incentivo à qualidade previdenciária de R$ 421,39 (valor fixo referente a 50% da premiação, os demais 50% irão depender do desempenho de cada profissional). Já os Analistas em Gestão Previdenciária receberão um salário inicial de R$ 4.682,11 e contarão com um prêmio de incentivo à qualidade previdenciária de R$ 702,31 (valor também referente aos 50% fixos).

Vale ressaltar que todas as vagas são destinadas para atuação na sede da SPPREV, localizada à Avenida Rangel Pestana, 300 - Centro - São Paulo - SP. 


Sobre o concurso

Para o emprego público de Técnico em Gestão Previdenciária, o concurso incluirá uma prova classificatória e eliminatória, composta por uma redação e também por 50 questões de múltipla escolha, divididas da seguinte maneira:

- Prova objetiva de conhecimentos gerais (peso 1)

• 10 questões de Língua Portuguesa

• 5 questões de Matemática e Raciocínio Lógico

• 5 questões de Noções de Informática

- Prova objetiva de conhecimentos específicos (peso 2)

• 6 questões de Noções de Direito Constitucional

• 9 questões de Noções de Direito Administrativo

• 9 questões de Legislação

• 6 questões de Noções de Atendimento


Para o emprego público de Analista em Gestão Previdenciária, o concurso será composto por uma prova classificatória e eliminatória, composta por uma redação e também por 50 questões de múltipla escolha, divididas da seguinte forma:

- Prova objetiva de conhecimentos gerais (peso 1)

• 15 questões de Língua Portuguesa

• 5 questões de Tecnologia da Informação

- Prova objetiva de conhecimentos específicos (peso 3)

• 5 questões de Direito Constitucional

• 6 questões de Direito Administrativo

• 8 questões de Direito Previdenciário

• 5 questões de Legislação

• 3 questões de Gestão Orçamentária e Financeira

• 3 questões de Recursos Humanos


Para a resolução da prova, os candidatos aos referidos empregos públicos terão o tempo máximo de quatro horas.

A confirmação da data da prova e as informações sobre horários e locais para sua realização serão divulgadas oportunamente por meio do Edital de Convocação para Provas, que será publicado no site do Diário Oficial do Estado de São Paulo, da São Paulo Previdência - SPPREV, da Fundação Carlos Chagas e no Portal de Concursos do Estado.

O candidato receberá um “Cartão Informativo” por e-mail, o qual será enviado pela Fundação Carlos Chagas para o endereço eletrônico informado no ato da inscrição. No “Cartão Informativo” mencionado, serão indicados a data, os horários e os locais de realização da prova, sendo de exclusiva responsabilidade do candidato a manutenção e atualização de seu endereço eletrônico.


Atribuições dos empregos públicos

Entre as atribuições gerais do emprego público de Técnico em Gestão Previdenciária, destaca-se a prestação de atendimento aos segurados do Regime Próprio de Previdência dos Servidores Públicos titulares de cargos efetivos (RPPS) e do Regime Próprio de Previdência dos Militares do Estado de São Paulo (RPPM). A esses profissionais também caberá a execução de atividades administrativas no processo de concessão e pagamento de aposentadorias e pensões; de atividades de apoio relacionadas à administração e gestão da SPPREV e de quaisquer outras atividades de apoio às atribuições do Analista em Gestão Previdenciária.

Já no caso do emprego público de Analista em Gestão Previdenciária, as atribuições gerais incluem a análise, o acompanhamento e a instrução de processos de concessão, pagamento, cadastro e informações de aposentadorias e pensões do conjunto de servidores públicos e militares do Estado de São Paulo. Esses profissionais também deverão planejar, implantar e avaliar as ações voltadas às atividades relativas ao Regime Próprio de Previdência no âmbito do Estado de São Paulo, propondo as adequações necessárias, entre outras atividades.


Para conferir na íntegra o edital do 4º concurso público da São Paulo Previdência, retificado em 31 de outubro, clique aqui

 


IMPRIMIR VOLTAR