Skip Navigation Links

11/06/2012 -  SPPREV publica edital de concurso público com 202 vagas


No dia 7 de junho, foi publicado edital do 3º concurso público da SPPREV, que oferece 202 vagas na autarquia. Desse total, 165 vagas são para o emprego público de Técnico em Gestão Previdenciária, que exige ensino médio completo e curso de informática, e 37 são para ocupar o cargo público de Analista em Gestão Previdenciária, tendo como pré-requisito a conclusão de curso superior.

Realizadas exclusivamente pelo site da Fundação Carlos Chagas (www.concursosfcc.com.br), as inscrições começam às 10h desta segunda-feira, 11 de junho, e se encerram às 14h do dia 6 de julho. Para os candidatos às vagas de Técnico em Gestão Previdenciária, a taxa de inscrição é de R$ 39; já para aqueles que se candidatarem ao cargo de Analista em Gestão Previdenciária, o valor é de R$ 62.
 
Os candidatos aprovados serão admitidos sob o regime da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) e ficarão sujeitos a uma jornada de trabalho de 40 horas semanais. No caso dos Técnicos em Gestão Previdenciária, o salário é de R$ 1.544,20 e abrange um prêmio de incentivo à qualidade previdenciária de R$ 377,23 (valor fixo referente a 50% da premiação, os demais 50% irão depender do desempenho de cada profissional). Já os Analistas em Gestão Previdenciária receberão um salário de R$ 4.191,40 e também contarão com um prêmio de incentivo à qualidade previdenciária de R$ 628,71, nos mesmos moldes.

Além das vagas para atuar na sede da SPPREV, na capital paulista, o concurso também abre oportunidades para as cidades de Araçatuba, Bauru, Campinas, Jales, Marília, Santa Rita do Passa Quatro, São José do Rio Preto, Sorocaba e Taubaté.

Sobre o concurso

Para o emprego público de Técnico em Gestão Previdenciária, o concurso público incluirá uma prova objetiva composta por 60 questões de múltipla escolha, divididas entre Conhecimentos Básicos (peso 1) – 15 questões de Língua Portuguesa e 15 de Matemática e Raciocínio Lógico – e Conhecimentos Específicos (peso 2) – 15 questões de Noções de Informática, 5 de Direito Administrativo, 5 de Direito Constitucional e 5 de Legislação Estadual. Para a resolução da prova, os candidatos terão o tempo máximo de três horas.

Já para o cargo de Analista em Gestão Previdenciária, o concurso será composto por uma prova objetiva (eliminatória e classificatória) e por uma prova de títulos (classificatória). Com a duração máxima de 3h30, a prova objetiva apresentará 20 questões de Língua Portuguesa (peso 1) e 50 questões a respeito de Conhecimentos Específicos (peso 3).

A data prevista para a aplicação da prova é 5 de agosto. No entanto, a confirmação da data e as informações sobre horários e locais para sua realização serão divulgadas oportunamente por meio do Edital de Convocação para Prova, que será publicado no Diário Oficial do Estado de São Paulo e também estará disponível no site da Fundação Carlos Chagas (www.concursosfcc.com.br) e pelos Cartões Informativos que serão encaminhados aos candidatos por intermédio dos Correios e via e-mail. Para tanto, é fundamental que o endereço residencial, inclusive o CEP, e o endereço eletrônico constantes no Formulário de Inscrição estejam completos e corretos.

Atribuições dos cargos

Entre as atribuições gerais do emprego de Técnico em Gestão Previdenciária, destaca-se a prestação de atendimento aos segurados do Regime Próprio de Previdência dos Servidores Públicos titulares de cargos efetivos (RPPS) e do Regime Próprio de Previdência dos Militares do Estado de São Paulo (RPPM). A esses profissionais também caberá a execução de atividades administrativas no processo de concessão e pagamento de aposentadorias e pensões; de atividades de apoio relacionadas à administração e gestão da SPPREV e de quaisquer outras atividades de apoio às atribuições do Analista em Gestão Previdenciária.

Já no caso do cargo de Analista em Gestão Previdenciária, as atribuições gerais incluem a análise, o acompanhamento e a instrução de processos de concessão, pagamento, cadastro e informações de aposentadorias e pensões do conjunto de servidores públicos e militares do Estado de São Paulo. Esses profissionais também deverão planejar, implantar e avaliar as ações voltadas às atividades relativas ao Regime Próprio de Previdência no âmbito do Estado de São Paulo, propondo as adequações necessárias, entre outras atividades.

- Acesse aqui a página da Fundação Carlos Chagas com o edital do concurso da SPPREV


IMPRIMIR VOLTAR